Mais uma prática vandálica do MST

Posted on 11 de outubro de 2009. Filed under: Notícias Nacionais | Tags:, , , , , , |

Laranjal destruído pelo MST

Laranjal destruído pelo MST


O dia 27 de setembro foi data de mais uma atitude vandálica do MST. Integrantes do movimento invadiram a fazenda da Cutrale, em Borebi (SP), e destruiram cerca de 12 mil pés de laranja com máquinas agrícolas e ainda danificaram 28 tratores, causando um enorme prejuízo a empresa.
Os invasores alegam que a terra é grilada, no entanto a situação jurídica do terreno não é bem esta.
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva classificou nesta 6ª feira (9) de “vandalismo” a ação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) no interior de São Paulo. “Todo mundo sabe que eu sou defensor das lutas sociais neste País, que eu sou defensor das lutas que o povo se manifesta pelo Brasil inteiro. Agora, entre uma manifestação reivindicando alguma coisa e aquela cena de vandalismo feita na televisão, obviamente que eu não posso concordar com aquilo”, comentou Lula.
A invasão a uma propriedade produtiva e a depredação do laranjal com um trator, no último dia 28, ocorreu no momento em que setores do Congresso articulavam a criação de uma CPI para investigar repasses a ONG’s ligadas ao MST. O governo Lula repassou quase R$ 115 milhões para nove entidades ligadas ao MST, fato que será apurado nesta CPI.
A direção do MST divulgou uma nota na última sexta-feira, dia 9, alegando que há “infiltração de inimigos” no movimento. De acordo com a nota, quando os militantes deixaram a fazenda, na última quarta-feira, 7, em cumprimento a uma determinação judicial, “não havia ambiente de depredações”.
A verdade é que, seja por infiltrados ou por membros de fato do MST, quem fez isto tem que pagar. A justiça não pode deixar barato este tipo de atitude e tem que punir os reponsáveis.
Outra coisa que sabemos é que o MST já vem protagonizando situações deste cunho há tempos e que esta “explicação” apresentada por eles utilizando a palavra “infiltração” é bem contraditória, pois os invasores da fazenda da Cutrale se posicionaram a todo instante como se fossem de fato integrantes do movimento, inclusive nas entrevistas dadas por eles.
Para apurar este caso, foi apresentada semana passada pelo deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) um requerimento de criação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar as atividades do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). O deputado disse ter conseguido 172 assinaturas para o tal requerimento – uma a mais do que o necessário para tramitar na casa. Já no Senado, o requerimento já conta com 32 assinaturas – cinco a mais do que as necessárias e deverá ser apresentado pela senadora Kátia Abreu (DEM-TO).

Por: Luan Holanda

Anúncios

Make a Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: